Loading...

S-MIND

20.05.2019 0

 

Hoje em dia, o stress faz parte do dia-a-dia da população, pois vivemos em piloto automático, deixando de termos escolhas conscientes, ou seja, o corpo está num lugar enquanto a mente está noutro qualquer…

Mind Full ou Mindfulness?
Olhamos, mas não vemos… Ouvimos mas não escutamos… Tocamos, mas não sentimos… Comemos/bebemos, mas não saboreamos… Quando a pessoa está num estado de “piloto automático” tende a “entrar” mentalmente num lugar diferente daquele em que está fisicamente naquele instante. A abordagem Mindfulness sugere que as pessoas deveriam ser capazes de vivenciar o presente, sem “vaguear a mente”, para evitarem focar-se mentalmente em pensamentos que podem ou não corresponder à realidade (passado e futuro).

Mindfulness é definido por Kabat-Zinn (1994) como “prestar atenção de uma maneira particular: de propósito, no momento presente e sem julgar”.

Mindfulness não é um relaxamento, não passa por focar pensamentos positivos, nem colocar a mente em “branco” e suprimir emoções ou pensamentos.

O Mindfulness precisa de ser adquirido por intermédio de intensa prática, num entanto, consiste em fazer uso de ferramentas que estão à nossa disposição. Para alcançar essa meta é necessário concentrarmo-nos em dados sensoriais, no presente, sem recorrer a julgamentos ou conceitos pré-concebidos (Kabat-Zinn, 2005).

Nós enquanto sociedade temos tendência em ter a nossa mente muito focada nos acontecimentos passados, algo que nos causa culpa, arrependimento e tristeza e nos acontecimentos futuros, o que nos causa ansiedade, stress e preocupação. Kabat-Zinn defende que nos devemos concentrar no momento presente uma vez que é o único momento que podemos controlar, visto que o passado já lá vai e o futuro é uma incógnita.

De acordo com Davis e Hayes (2012), a prática de Mindfulness traz inúmeros benefícios, aumentando a memória de trabalho, o focus de atenção e a saúde física. Reduz também a depressão, o esforço na tarefa, o stress e a ansiedade.

Mindfulness dá-nos a capacidade de escolher como responder ao stress com comportamentos mais adaptativos e criativos para mudar a situação (se tal for possível) ou para aprender a aceitar sem-lutar, sem julgar (senão for possível mudar) ou seja, mudar a relação com a experiência e não a experiência.

A Solinca permite-lhe usufruir desta experiência. Temos disponível em todos os clubes da Solinca, a nova aula S-Mind. Experimente!