Solinca

Blog

Últimos artigos

Gestante Vegetariana e Vegana probioticos

Gestante Vegetariana e Vegana  – probióticos

Probióticos Os probióticos são definidos como “microrganismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem um benefício à saúde do hospedeiro”. Os probióticos melhoram o processo de absorção dos alimentos, pois ocorre a maior produção e absorção das vitaminas do complexo B e aminoácidos fundamentais para o sistema imunitário e neuro transmissor; aumentam a absorção e fixação do cálcio e ferro, além de outros minerais; fortalecem o sistema imunitário através da maior produção das células protetora; possuem um efeito funcional benéfico no organismo, equilibrando a flora intestinal, atuando na capacidade de desintoxicação no organismo, dos excessos e dos tóxicos. Como microrganismos, os probióticos normalmente são sensíveis e têm pouco tempo de vida, por isso mesmo, devem ser mantidos no fresco. Ao serem ingeridos vão para o intestino e integram-se na flora já existente, sem se fixarem, auxiliando no trabalho da absorção dos nutrientes. Probióticos Caseiros Veganos Os fermentados comuns: chucrute, miso, molho shoyu, queijos, iogurtes, vinagre de maçã biológico e kefir. Estas bebidas são fermentadas naturalmente, e são as melhores fontes naturais de probióticos. É de salientar que os probióticos são seguros para pessoas saudáveis, pelo que para algumas situações deverá ser importante consultar um Nutricionista para um melhor acompanhamento.  Também não é indicado a oferta de kefir e kombucha para os bebés e crianças, devido ao maior risco de contaminação do crescimento de bactérias. Os probióticos têm como função aumentar a produção e absorção de vitaminas do complexo B e aminoácidos fundamentais para o sistema imunitário e neuro transmissor; aumentar a absorção e fixação de cálcio e ferro; além de outros minerais da síntese de vitaminas do complexo B e vitamina K; síntese de enzimas digestivas, sobretudo a lactase, como também protéases e peptidades; regular o trânsito intestinal e absorção de nutrientes; produzem substâncias antimicrobianas; previnem a adesão de agentes patogénicos; atuam na manutenção da barreira intestinal e na produção de anticorpos; além de reduzir a produção intestinal de citocinas pró-inflamatórias aumentando as anti-inflamatórias. Como opções tem-se o kefir (de água) e a kombucha ou probióticos em pó ou em cápsulas. É de sublinhar que o kefir deverá ser de origem com certificado de modo a não ter qualquer risco de contaminação, uma vez que durante a gestação o seu consumo não é regularizado e seguro. A kombucha pode conter cafeína ou traços de álcool na fermentação, por isso só podem ser consumidos com a orientação do seu Nutricionista! Serviço de Nutrição Solinca

Ler mais
Broas de batata doce

Broas de batata doce

Uma receita deliciosa que pode fazer na véspera de Natal! Ingredientes: – 800g de batata doce laranja – 200g de farinha de milho ou farinha de aveia – 200g nozes – 200g de amêndoas laminadas – 100g de açúcar mascavado ou açúcar de coco – 6 colheres de sopa de mel ou xarope de agave – 1 pau de canela – raspa de 1 limão – erva doce q.b. Preparação: 1. Descasque as batatas, coloque-as num tacho e leve ao lume para cozerem. Quando estiverem cozidas, triture tudo na varinha mágica até obter puré. 2. Prepare a calda de açúcar e mel: num tacho adicione a água, o açúcar, o mel, o pau de canela, a raspa de limão e a erva doce e leve a lume brando até atingir o ponto fio. 3. Ao puré de batata doce, adicione a calda e leve novamente ao lume até engrossar. 4. Quando engrossar retire do lume e adicione a farinha e as nozes previamente trituradas. Misture bem e deixe repousar. 5. Quando a massa estiver fria, molde as broas com auxílio de um pouco de farinha, caso seja necessário. Disponha-as sobre uma folha de papel vegetal para não agarrarem. Polvilhe depois as broas com as amêndoas laminadas. 6. Leve ao forno previamente aquecido a 200º C, durante cerca de 20 minutos ou durante o tempo desejado, dependendo se aprecia as broas mais ou menos cozinhadas. Serviço de Nutrição Solinca

Ler mais
QUAL O MELHOR HORARIO PARA TREINAR

QUAL O MELHOR HORÁRIO PARA TREINAR?

É uma pergunta que me fazem varias vezes, o exercício físico é importante tanto para o corpo como para a mente, no entanto, qual a melhor altura do dia para realizar o treino diário)? Aqui mostramos quais as vantagens e desvantagens dos vários tipos de treinos. Manhã (06:00 às 11:59) Para estes casos é aconselhável começar o dia com um bom pequeno almoço e depois sim começar o exercício. Acordar cedo, ficar ativo pode ajudar a aumentar os seus níveis de energia física e ajudá-lo assim a permanecer mentalmente em estado de alerta para o resto do dia. Melhor aproveitamento do dia Ajuda a regular o apetite Maior concentração e foco Maior facilidade em estabelecer uma rotina de treino Ajuda na regulação do sono, proporcionando um descanso mais tranquilo. A principal desvantagem de realizar exercício pela manhã é a nível da temperatura do corpo, pois esta é bastante baixa após o acordar, assim, é essencial um bom aquecimento para prevenir qualquer tipo de lesão. Tarde (12:00 às 17:59) Treinar durante a tarde tem a vantagem do nosso corpo já se encontrar em alerta e acordado. Os seus músculos já tiveram um aquecimento prévio, mesmo apenas realizando tarefas do dia-a-dia, diminuindo o risco de lesões. Maior nível de energia, Maior tolerância à dor (permite fazer um treino mais exigente e desafiante), Mais companhia para treinar, (maior estabelecimento de relações interpessoais) Menos suscetibilidade a lesões (temperatura corporal mais elevada), Treinar da parte da tarde proporciona uma diminuição dos níveis do seu stress diário, pois existe uma quebra nas tarefas diárias e o seu fluxo sanguíneo para o cérebro melhora. O tempo é a única restrição para quem treina durante a tarde, pois pode ser mais reduzido devido à rotina diária entre trabalho, casa e família. Noite (18:00 às 23:59) Durante o período da noite pode ser a melhor hora do dia para treinar se o seu objetivo é ganhar massa muscular. Exercitar-se à noite pode ajudá-lo a ganhar força. Os especialistas dizem que durante este período os músculos estão mais predispostos para um treino de resistência muscular. Treinar à noite pode ajudá-lo a regular a quantidade de alimentos que ingere ao jantar. Exercícios noturnos também podem ser um maravilhoso alívio do stress depois de passar um dia agitado no escritório. Relaxa o corpo. Maior produção de massa muscular e maior queima de massa gorda, uma vez que o metabolismo entra em declínio – é obrigado a trabalhar mais e gastar mais energia. Altura ideal para treino de força com mais carga (níveis de flexibilidade, força e coordenação mais elevados). Para quem sofre de alergias, é a altura em que se desenvolvem menos picos alérgicos. No entanto, alguns estudos revelam que um treino intenso e vigoroso no final da noite pode afetar o sono, pois a temperatura corporal e a atividade hormonal aumentam. Então recomendamos que realize o seu último exercício entre 1 a 3 horas antes de dormir. Em suma, a hora ideal é aquela que a pessoa consegue encaixar na sua agenda de forma regular, que permita fazer tantas vezes quanto possível, que permita ter a perceção do seu esforço e que seja favorável e confortável. Tiago Félix, SOLINCA Classic Ermesinde

Ler mais