Loading...

O que é a alimentação termogénica?

04.02.2019 0

A base de uma alimentação termogénica está inteiramente associada a uma intensificação do gasto energético nos principais processos de digestão, absorção e termogénese do alimento. Este tema tem sido bastante estudado e discutido. Por exemplo, após uma revisão bibliográfica pode-se verificar que um dos principais problemas de saúde pública, obesidade, pode ser combatida através do recurso desta alimentação, na qual se sugere redução de mais de 10% do peso corporal da pessoa.

A alimentação termogénica baseia-se no facto de alguns alimentos tipicamente apresentarem maior dificuldade em ser digeridos pelo organismo, o que por si só desencadeia maior quantidade de energia (de calorias) para se realizar a digestão dos mesmos. Os típicos alimentos termogénicos destacam-se ainda mais, pois induzem o metabolismo a trabalhar com ritmo acelerado, possibilitando um maior gasto calórico.

De todos os alimentos referidos acima constam a pimenta vermelha, mostarda, gengibre, vinagre de maçã, acelga, vegetais fibrosos (brócolos, acelga, couve), laranja, kiwi, cafeína, guaraná, guaraná em pó, chá verde, água gelada, linhaça, gorduras vegetais, em especial, a de coco, produtos derivados de chocolate e os que contém Ômega-3 (bacalhau, salmão, arenque, sardinha, anchova) e Ácido Linoleico Conjugado (nutriente encontrado na carne bovina, de peru e em alguns laticínios).

Claro que por si só, uma alimentação termogénica não será o suficiente para perder peso, mais concretamente massa gorda. Contudo pode perfeitamente dar uma ajuda em conjunto com um plano alimentar adaptado a si, elaborado por um nutricionista, assim como com a prática de exercício físico.