Loading...

Páscoa pelo mundo

31.03.2021 0

A Páscoa é a festa comemorativa da ressurreição de Jesus Cristo segundo a religião católica.(1) No calendário cristão, a Páscoa sucede a Quaresma, período de 40 dias antes da Páscoa, que tradicionalmente caracteriza-se por atos de penitência e jejum, e é imediatamente precedida pela Semana Santa, que inclui a Quinta-feira Santa (a comemoração da última ceia de Jesus com seus discípulos), a Sexta-feira Santa (o dia de sua crucificação) e  Sábado Santo (a transição entre a Crucificação e a Ressurreição).(1)

Em Portugal, existem diversas manifestações pascais. Do Minho ao Algarve, de Trás-os-Montes ao Alentejo, do Douro ao Vale do Tejo ou das Beiras aos Açores, sobressaem a identidade de cada local, incluindo os pratos e doces culturalmente típicos e tradicionalmente herdados de geração em geração.(2) A união da família e dos amigos também simboliza a essência da Páscoa em Portugal, desta forma, hoje em dia, a Páscoa não é somente a celebração da ressurreição de cristo, mas também é a festa da união familiar e da amizade.(1)(2)

Em Cabo Verde, a celebração da Páscoa inicia com o dia das Cinzas. Em particular na ilha de Santiago, após toda a folia, alegria e animação do Carnaval, celebra-se a Festa das Cinzas, pois, é o dia marcado no calendário dos católicos como o início da Quaresma.(3) Conforme a tradição, os católicos iniciam o dia com um período de jejum, para depois desfrutarem um almoço marcado pela imensa fartura. Reúne-se a família e os amigos, para que juntos apreciem as várias iguarias disponíveis, como o peixe seco, cuscuz com mel, xerém, trutchida, couve, mandioca, batatas, coco, entre outras verduras e legumes.(3) Nesta festa, em que todos os que chegam são bem-vindos, o único elemento proibido é a carne. Seguindo para o dia da Páscoa, a fartura tende a ser a mesma, mas com o aumento da variedade dos pratos tradicionais que podem estar disponíveis, como a feijoada de feijão congo com cabrito, o bacalhau e o fongo.(3)

Quando falamos do Brasil, sendo um país com maior percentagem de católicos no mundo, sendo assim não poderia faltar a comemoração da Páscoa.(4) A festa da Páscoa é realizada com imensa grandiosidade e esplendor. Em certas regiões, no domingo de Páscoa, algumas pessoas vestem-se como personagens bíblicos e anjos e participam da procissão, seguindo um trajeto decorado pela população.(4) Da mesma forma, a reunião da família é fundamental e a fartura à mesa faz-se presente com exceção de pratos à base de carne em inúmeras famílias. Portanto, pratos de peixe são os mais consumidos, como por exemplo,  o bacalhau com farofa e a moqueca de peixe.(4)

Quais os cuidados a ter para desfrutar a Páscoa de forma mais saudável?

Pratos tradicionais

Os pratos tradicionais podem ser mais calóricos devido aos ingredientes utilizados como a carne vermelha com gordura visível, a carne de aves com pele, produtos de salsicharia e charcutaria, uso excessivo de gorduras, sal em excesso e açúcares.(7) Adaptar as receitas torna-se essencial para ter uma Páscoa mais saudável. Como?

  • Optar por confeções mais saudáveis como grelhados, cozidos e assados e estufados com menor quantidade de gordura;
  • Retirar toda a gordura visível das carnes vermelhas e a pele das aves;
  • Explorar o uso de especiarias (pimenta, açafrão, cominhos, caril, gengibre), ervas aromáticas (coentro, salsa, cebolinho, manjericão, alecrim, orégão, tomilho), frutas cítricas (limão, lima, laranja), alho, cebola e vinagre para temperar.
  • Ter atenção à quantidade consumida;
  • Disponibilizar saladas e legumes cozidos à mesa.(8)

Ovos da Páscoa e doces da Páscoa

Para além do que é tradicionalmente consumido, antes e durante a Páscoa costuma-se encontrar imensa disponibilidade de ovos da Páscoa nestes países. Os ovos são tradicionalmente associados à Páscoa e simbolizam o renascimento e uma nova vida.(5)

É de ressaltar que todos os tipos de chocolate e doces são nutricionalmente calóricos, ricos em gordura saturada e açúcares adicionados, e, portanto, são associados ao desenvolvimento de certas  patologias.(6)(7) Mas atenção, o consumo destes alimentos num dia isolado não vai trazer-lhe malefícios, porém, deve-se ter sempre em conta a quantidade consumida.

De acordo com esta abordagem irá ver publicadas no blog Solinca, 2 receitas tradicionalmente consumidas na Páscoa de diferentes regiões e/ou de continentes, mas de forma mais saudável para que possa reproduzir em casa:

  • Folar de Páscoa Transmontano
  • Fongo Cabo-verdiano

Anízia Jesus CP 3035NE

Nutricionista Estagiária Solinca Classic

REFERÊNCIAS BOBLIOGRÁFICAS

1. Hans J. Hillerbrand. Easter | Origin, History, Name, Facts, & Dates [Internet]. Britannica. 2021 [cited 2021 Mar 1]. Available from: https://www.britannica.com/topic/Easter-holiday

2. Festeje a Páscoa e viva as Tradições nos Solares de Portugal [Internet]. [cited 2021 Feb 25]. Available from: www.casasnocampo.pt

3. Maria Vieira. Tradicão [Internet]. Academia.edu. [cited 2021 Mar 1]. Available from: https://www.academia.edu/30465684/Tradicão

4. Easter In Brazil – Easter Celebrations In Brazil [Internet]. Fundoo Times. [cited 2021 Mar 1]. Available from: http://easter.fundootimes.com/easter-across-the-world/brazil.html

5. Food Timeline–Easter foods: history & symbolism [Internet]. 2015 [cited 2021 Feb 25]. Available from: https://www.foodtimeline.org/easter.html

6. INSA. Tabela de composição dos alimentos  [Internet]. [cited 2020 Nov 10]. Available from: http://portfir.insa.pt/

7. WHO. Healthy diet [Internet]. 2020 [cited 2021 Feb 8]. Available from: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/healthy-diet

8. APN. Dicas para uma tradicional Ceia de Natal mais saudável. 2015.