Serviços

Kids

Solinca Classic possui algumas atividades destinadas aos mais pequenos que visam o desenvolvimento físico geral, promovendo a aquisição das habilidades motoras básicas. Fomenta a importância da atividade física e desenvolve a interação e socialização entre as crianças. Entre as atividades Kids destacam-se: Zumba Kids, Jump Kids, Yoga Kids e Artes Marciais.

KIDS

Nos Clubes Solinca Classic poderá também realizar festas de aniversário para os mais pequenos. Tendo em conta a nossa área de atuação ser a atividade física, nas festas de aniversário oferecemos a realização de uma ou duas atividades à escolha (45 min cada uma), das várias que temos ao dispor:

– Zumba Kids;

– Combat Kids;

– Circuito;

– Bootcamp Kids (jogos de interacção e competição entre as crianças);

– Power Jump Kids (aula realizada com um mini trampolim e inclui a realização de jogos);

– Natação (Jogos lúdicos na piscina)

 

Tanto o dia da festa como as horas são seleccionadas pelos pais (atendendo também à disponibilidade dos clubes).

Entre em contacto com a nossa equipa para saber mais informações.

"*" indica campos obrigatórios

Últimos artigos

body combat modalidade

O que é a modalidade Body Combat?

Body combat O Body Combat é uma aula Les Mills que combina vários movimentos de diferentes tipos de artes marciais, tais como Karaté, Boxe, Taekwondo, Tai Chi, Muay Thai.   É uma aula extremamente energética que compila diversos movimentos com a junção de música extremamente motivante e desafiante. Benefícios Esta aula não só auxilia na queima de gordura, como também melhora algumas capacidades motoras, tais como, a coordenação, a força, a resistência, a velocidade, a flexibilidade e a agilidade. Quem é apreciador desta aula consegue-se contagiar pela energia, poder e diversão da modalidade.   É uma modalidade que tem como objetivo principal o treino aeróbio, treino este que fornece uma série de benefícios a nível fisiológico, como a redução da percentagem da gordura corporal, aumento da capacidade do corpo queimar mais gordura durante e após o treino (atividade lipolítica), melhora a composição corporal e a capacidade cardiovascular. Também ajuda na diminuição dos níveis pressóricos, dos níveis de colesterol e triglicerídeos. A nível psicológico ajuda na redução dos níveis de stress e de ansiedade, melhora a auto estima e a capacidade de realização, confiança e o humor.   Não há forma de confundir esta modalidade com qualquer outra, pois no Body Combat é como se estivéssemos a lutar contra um “adversário imaginário”, através da execução de gestos técnicos como pontapés, socos e várias técnicas de defesa e ataque. Quem sente e vibra com a aula de Body Combat sabe que cada soco, pontapé, grito são como uma espécie de libertação que o nosso corpo executa e que nos faz sair desta aula com a energia renovada e com uma enorme vontade de repetir a aula.    Modalidades Les Mills disponiveis na Solinca.   E o mais positivo é que para além de nos divertirmos e adorarmos cada movimento, conseguimos transformar toda esta boa energia em inúmeros benefícios para a nossa saúde, como:   Diminuição da pressão do sangue; Aumento do bom colesterol (HDL); Redução do colesterol mau (LDL); Melhoria da capacidade de treino aeróbio; Melhoria da função cardíaca; Redução da função cardíaca quando em repouso; Aumento do volume sanguíneo e do coração; Aumento da ventilação máxima e ventilação pulmonar.   É fundamental saber se defender e podemos considerar que é uma aula que visa a aprendizagem de algumas técnicas de defesa pessoal de uma forma mais divertida, auxiliando no aperfeiçoamento do desenvolvimento da condição física de cada um.   A aula de Body Combat tem diversos formatos, dependendo da duração da mesma, pode ter 30, 45 ou 60 minutos. De acordo com a duração da aula, a mesma tem uma sequência lógica para ser lecionada, permitindo que os alunos passem pelos vários tracks e pelos diferentes movimentos e técnicas. É uma aula que permite que os movimentos sejam adaptados para todas as pessoas, independentemente da idade, nível físico e intensidade. Podemos começar a realizar movimentos mais simples e mais básicos, ou seja, as opções, e aos poucos, vamos introduzindo novos movimentos e aumentar a intensidade de forma gradual e progressiva, respeitando sempre as limitações do nosso corpo e os princípios do treino. Muito mais que um simples treino Atualmente existem múltiplas modalidades para nos adequarmos a um exercício físico que seja benéfico para a saúde. Opções não faltam, já não é necessário estar 1 hora na passadeira para conseguirmos adaptações a nível cardiovascular.   Podemos optar por uma aula de grupo, convidar um amigo para esta nova experiência e encontrar uma nova paixão e uma nova maneira de praticar exercício. O Body Combat incorpora todas estas vantagens, por isso, se está à procura de uma vida mais saudável e ativa experimente esta aula e comprove já todos estes benefícios e sensações.   Descobre  aqui as aqui restantes modalidades que temos disponíveis nos ginásios Solinca.

Ler mais
hamburguer vegetariano

Hambúrgueres vegetarianos de grão-de-bico

Os hambúrgueres de leguminosas são uma opção vegetariana prática e simples de preparar que podes incluir nas tuas refeições de almoço e jantar. Aponta a receita:   HAMBÚRGUERES DE GRÃO-DE-BICO   INGREDIENTES (3 unidades):   200g de grão-de-bico cozido 1 cebola 2 dentes de alho 1 cenoura ralada 1 colh. sopa de farinha de aveia 1 colh. sopa de farinha de linhaça Sal, pimenta-preta, açafrão e cominhos a gosto Coentros ou salsa a gosto   PREPARAÇÃO:   Num processador de alimentos, colocar o grão-de-bico cozido, a cebola, os dentes de alho, parte da cenoura ralada e os temperos (sal, pimenta-preta, cominhos e açafrão); Triturar os ingredientes adicionados (pode juntar um pouco de água para ajudar a triturar); Numa tijela, colocar a pasta de grão-de-bico, a restante cenoura ralada e os coentros ou a salsa picados e envolver; Retificar os temperos; Adicionar a farinha de aveia e a farinha de linhaça e envolver, de forma a obter uma massa que se descola facilmente da tijela; Dividir a massa em 3 porções e com as mãos moldar a massa em formato de hamburguer; Colocar numa frigideira anti-aderente bem quente e deixar cozinhar dos dois lados.   Nutricionista Ana Isabel Almeida

Ler mais
exercicio no tratamento de dor

Exercício no tratamento da dor

A dor musculosquelética é um problema que afeta 33% dos adultos e 40% da população mundial e tende a aumentar com a idade, aumentando as incapacidades funcionais. Sendo este também um problema para muitos atletas, 2 a cada 100 (International Organization for the Study of Pain, 2010).   Em 2017 foi publicado no Journal PLoS One uma revisão que procurou resumir a evidência científica até esse mesmo ano, sobre quais os tratamentos mais eficazes para a dor nas costas, cervical, zona lombar, ombro, joelho ou em várias zonas do corpo em simultâneo.   Concluíram que as práticas mais eficazes no tratamento da dor, na maioria dos casos, integram por ordem de eficácia:   exercício físico (sob forma de movimento, não esquecer as particularidades de cada pessoa); intervenções psicossociais, no que concerne à melhoria da dor e função.; Medicação como melhor redutor da dor mas a curto prazo e tendo em conta dos seus efeitos adversos. Terapia manual, que pela diversidade dos estudos e aplicada por si só, não se consegue concluir de forma exata a sua eficácia, mas apresentava resultados positivos em alguns casos, e tem sido uma prática crescente nos dias de hoje e cada vez melhor colocada como meio interventivo no que diz respeito à dor. Cirurgia surge em 5 lugar, tendo em conta o seu custo benefício devemos estar atentos a outras soluções mais conservadoras. “Educação” da dor (Terapia cognitivo-comportamental) surge a seguir mas por si só não se consegue perceber qual o efeito desta variável, em conjunto com outro tratamento parece potenciar melhores resultados.   Interessante que a revista JOSPT em 2012 publicou umas linhas orientadoras (Clinical Practice Guidelines Linked to the International Classification of Functioning, Disability, and Health from the Orthopaedic Section of the American Physical Therapy Association), e estas referem que a melhor forma de atuar é um conjunto de tratamentos, isto é, aplicar a Educação da dor, em conjunto com Terapia Manual e os Exercícios Ativos!   Com isto, percebemos que a prática de exercício físico cada vez mais tem uma presença forte como co-adjuvante terapêutico ou terapêutica, em grande parte dos casos de dor (e não só dor) mas acima de tudo como prevenção!   A nossa recomendação é que se mantenha ativo e positivo!   Bons treinos!

Ler mais