Loading...

5 Erros de quem “está em dieta”

15.07.2020 0

1. Não ler o rótulo dos alimentos

Ler o rótulo dos alimentos permite conhecer melhor o que vamos comer, o que existe dentro da embalagem, facilitando a tomada de decisão na hora da compra. Permite avaliar a quantidade de nutrientes que possui e comparar produtos semelhantes, verificando se corresponde a um produto saudável ou não. A leitura dos rótulos deve ser feita por todas as pessoas para melhorar os seus hábitos alimentares e de consumo e não apenas por quem pretende perder peso ou possui determinada condição (ex: alergia alimentar). As informações presentes no rótulo dos alimentos podem variar de um país para outro, porém na maioria das vezes são especificadas as quantidades de gordura, hidratos de carbono, dos quais açúcares, se contém glúten ou vestígios de amendoim, nozes ou amêndoas, entre outros. Um Nutricionista será quem melhor o pode ajudar nesta tarefa.


2. Passar grandes períodos sem comer

O nosso organismo sem receber energia durante longos períodos de tempo (ex 5h ou mais), entra em modo de “poupança energética”. Desta forma, a tendência é para que o nosso metabolismo diminua, gastando menos energia que o habitual para trabalhar. A diminuição do metabolismo pode conduzir a perda de massa muscular e aumento do apetite, acabando por ter uma ingestão de alimentos superior ao normal, que por sua vez conduz a aumento de massa gorda. Já sentiu durante o dia tonturas/ confusão no raciocínio, perda de memória, cefaleia (dor de cabeça), fraqueza, cansaço, alteração do humor? Pois saiba que podem estar relacionados com hipoglicémias, que se traduzem na diminuição dos níveis de açúcar no sangue. A velha recomendação de comer ≈ de 3h em 3h, continua a fazer sentido.


3. Exagerar no fim de semana

Pode colocar tudo de bom que fez durante a semana a perder! Se uma refeição poderá não ter problema, começar a fazer uma sobrealimentação à sexta-feira à noite e acabar ao domingo à noite não irá dar bom resultado no processo de emagrecimento. Portanto, tente cumprir o plano alimentar ao máximo mesmo ao fim-de-semana.


4. Eliminar totalmente os hidratos de carbono

Se eliminar os hidratos de carbono da alimentação, poderá realmente observar o seu peso a baixar drasticamente, contudo também verá o seu humor alterado, menos energia e mais cansaço. E grande parte deste peso perdido será derivado a uma maior perda de água e nem tanto de gordura. Portanto, não exclua nenhum grupo alimentar.

5. Não praticar exercício físico 

Todos os que se preocupam em ser mais ativos e cuidam dos seus hábitos alimentares, estão certamente a beneficiar a sua saúde.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda a prática regular de atividade física. Quer este regular dizer, todos os dias, ou a maior parte dos dias da semana, pelo menos 30 minutos e com intensidade suficiente para aumentar a frequência cardíaca. Andar de bicicleta, correr, nadar, dançar, e obviamente o treino livre ou aulas no ginásio são algumas das opções, para quem quer ser mais ativo e se preocupa com a sua saúde.

Nutricionista António (2996N)