Loading...

COMO ENVOLVER AS CRIANÇAS NA PREPARAÇÃO DAS REFEIÇÕES

03.06.2020 0

Nestes dias em que podemos ter as crianças em casa durante mais tempo, certamente não será uma tarefa fácil!

Mas pensem positivo, temos agora tempo para preparar as nossas refeições com mais calma, o que nos permite também incluir os nossos filhos, distraí-los e em simultâneo incutir-lhes hábitos alimentares mais saudáveis.

Nesse sentido deixo-vos aqui cinco sugestões de como incentivar os pequenos a preparar refeições:

  • Primeiro de tudo e mais importante, levem as crianças para a cozinha. Mesmo que existam alguns receios, basta garantirem condições de segurança para que tudo corra bem. Arranjem um suporte para que eles possam chegar ao balcão, caso seja necessário, e deixem-nos meter “a mão na massa”, devidamente higienizadas claro está.
  • Comecem por preparar algo simples, por exemplo uma sopa de legumes. Para além de prepararem um alimento saudável para as vossas refeições, aproveitam para ensinar os nomes dos legumes, incentivar ao consumo de sopa e explicar-lhes os benefícios (por exemplo: a sopa é rica em vitaminas, minerais, fibras e água para cresceres forte e saudável). Se os vossos filhos são ainda pequeninos tem uma outra vantagem, o estímulo através das texturas, cores e formas dos legumes.
  • Escolham um alimento que sabem à partida que eles não apreciam tanto, e trabalhem o paladar. Por exemplo, se o seu filho não gosta de couve-flor pensem em conjunto, em diferentes formas de o confecionar. Podem fazer um puré de couve-flor e preparar um empadão. Duplo benefício, para além de estar a insistir na degustação do alimento, fazem um jantar low-carb, ideal para a quarentena. Não se esqueça que precisamos de “provar” várias vezes o mesmo alimento para gostarmos dele. Não desista!
  • Coloque-lhes desafios. Peça ao seu filho para ir à despensa ver o que há disponível, e pesquisar uma receita saudável que inclua o que têm em casa. Assim ele vai estar ocupado, envolve-se na preparação da refeição e não tem de ser sempre a mesma pessoa a pensar no que vão comer!
  • Preparem pratos coloridos e divertidos. É verdade que os olhos também comem, portanto habituem-se a incluir sempre legumes como forma de colorir o prato. Podem até pesquisar desenhos para empratarem, usando os alimentos que vão cozinhar.

São cinco dicas fáceis de executar, e que se pensarem bem, vão ser uma ajuda preciosa no futuro, uma vez que vão conferir ao seu filho conhecimentos e autonomia para cozinhar uma refeição saudável, caso seja necessário.

Boas aulas de culinária saudável! 

Nutricionista Daniela Soares (2237N)